18 de maio de 2022

Tromboembolismo pulmonar em cães é doença silenciosa que pode causar a morte rápida do seu animal de estimação

Os casos de tromboembolismo pulmonar em pets geralmente não apresentam sintomas ou fatores de risco tão específicos como acontece com os humanos, mas a doença…

Os casos de tromboembolismo pulmonar em pets geralmente não apresentam sintomas ou fatores de risco tão específicos como acontece com os humanos, mas a doença pode resultar na morte rápida do animal. Na maioria das vezes, o problema só é identificado em exames post mortem.

Assim, todo cuidado é pouco para evitar um mal maior e melhorar a qualidade de vida do melhor amigo que, caso não morra, pode desenvolver um quadro de hipertensão arterial sistêmica ou insuficiência cardíaca congestiva (ICC).

Tromboembolismo pulmonar

O tromboembolismo pulmonar é a presença de coágulo dentro da artéria pulmonar ou do átrio direito (câmara cardíaca), o que geralmente provoca hipertensão pulmonar, com hipertrofia e alargamento do ventrículo direito do coração. Em cães, a doença é considerada problema de saúde secundário e associado a outros como hiperadrenocorticismo, dirofilariose, cardiomiopatias, neoplasia, coagulação intravascular disseminada (CID), sepse, síndrome nefrótica, pancreatite, trauma, hipotireoidismo, cirurgias e trombos em átrio esquerdo associados a quadros infecciosos.

Sintomas

Embora seja prevalente em animais adultos ou mais velhos, a doença pode se manifestar em qualquer faixa etária e sexo, quando ocorrerem alguns dos sinais de alerta: cateterismo venoso, administração excessiva de glicocorticoides exógenos, utilização de agentes citotóxicos, cirurgia recente e transfusão sanguínea.

Diagnóstico

Em diversos estudos científicos, a dosagem do D-Dímero é considerada uma auxiliar para o diagnóstico de tromboembolismo em cães. Essa substância, que é resultado da degradação de um coágulo de fibrina estabilizado, quando em maior concentração aponta para o aumento no processo de fibrinólise e, indiretamente, para a formação de coágulos.

Solução de diagnóstico

O Finecare da Celer é uma solução completa para exames laboratoriais em PETs. Por meio de uma plataforma de testes de imunofluorescência realiza 9 tipos de procedimentos, como a medição do D-Dímero, que auxilia no diagnóstico de tromboembolismo pulmonar.

O equipamento tem sistema de controle de temperatura integrado e permite análise de amostras de sangue total, plasma ou soro, com leitura do resultado entre 3 e 15 minutos.

Referências Bibliográficas

FERREIRA, João Pedro Cordas. Dosamento do D-Dímero como método de diagnóstico de tromboembolismo pulmonar em cães com dirofilariose cardíaca em Portugal. Portugal.2015. Disponível em: <https://www.proquest.com/openview/4175d5eceebfc4278a007f354786b504/1?pq-origsite=gscholar&cbl=2026366&diss=y>. Acesso em: 12 abr 2022.

PETLOVE. Tudo sobre tromboembolismo pulmonar. Brasil. Disponível em: <https://www.petlove.com.br/conteudo/saude/doencas/tromboembolismo-pulmonar#:~:text=Em%20c%C3%A3es%2C%20o%20tromboembolismo%20pulmonar,%C3%A1trio%20esquerdo%20associados%20%C3%A0%20infec%C3%A7%C3%A3o.>. Acesso em: 13 abr 2022.

MORAES, Lívia F. Et all. Avaliação das alterações hemostáticas e do risco tromboembólico em cães com AHIM. PEQUENOS ANIMAIS•Pesq. Vet. Bras. 36 (05) mai 2016•.Florianópolis. 2016. Disponível em; < https://doi.org/10.1590/S0100-736X2016000500009 >. Acesso em: 15 abr 2022.

Patasdacasa. Trombose em cachorro: o que é, quais as causas e como prevenir o problema. Brasil. 2021. Disponível em:<https://www.patasdacasa.com.br/noticia/trombose-em-cachorro-o-que-e-quais-as-causas-e-como-prevenir-o-problema_a2875/1 > Acesso em: 14 abr 2022.

5 de junho de 2020

4 fatos provam a eficácia dos testes rápidos para COVID-19

A eficácia dos testes rápidos para COVID-19 é uma das principais dúvidas que tem surgido atualmente. A pandemia causada pelo novo coronavírus trouxe, para profissionais…

12 de abril de 2021

Principais marcadores para COVID-19: D-dímero, Troponina e Procalcitonina

Após um ano de pandemia de COVID-19, as comunidades médica e científica vêm acumulando conhecimento e experiência sobre como manejar a doença. Felizmente, toda essa…