Instituto de pesquisa atesta confiabilidade de teste rápido chinês doado pela Vale ao Governo Federal

instituto de pesquisa atesta confiabilidade de teste rápido para covid-19 da celer

Instituto de pesquisa atesta confiabilidade de teste rápido chinês doado pela Vale ao Governo Federal

Muitas informações têm circulado sobre os testes rápidos, especialmente do modelo do teste rápido chinês doado pela Vale ao Governo Federal, método que foi preponderante em países que já conseguiram diminuir a incidência do coronavírus, como Singapura, Coreia do Sul e China. Porém há um engano em associar estatísticas que remontam sobre o uso do teste fora do período de uso recomendado pelo fabricante, o que compromete os resultados esperados.

Instituto de pesquisa brasileiro demonstrou a confiabilidade do teste da fabricante Wondfo, batizado como One Step COVID-19 Test, respeitando as instruções de uso do fabricante.

Confiabilidade atestada do teste rápido chinês

O instituto de pesquisa não encontrou nenhum falso negativo em amostras analisadas do teste, isto é, 100% apresentaram o resultado esperado. A análise dos testes positivos apresentou confiabilidade de 98,7%, também dentro dos padrões esperados. A Wondfo é um dos quatro fabricantes da China que tem a confiabilidade atestada pela FDA (Food and Drug Administration), agência reguladora de medicamentos e equipamentos para a saúde dos Estados Unidos e uma das mais exigentes do mundo.

Cabe ressaltar que a Celer Biotecnologia, empresa de diagnóstico clínico com 19 anos de mercado —cinco deles tendo como parceira o fornecedor chinês do teste rápido para o COVID-19, que fornece para o Brasil outros tipos de testes e equipamentos—  foi uma das primeiras empresas brasileiras a pedir autorização para a comercialização de testes rápidos junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Esse pioneirismo demonstra nosso preparo em soluções de diagnósticos. Não somos uma empresa aventureira, como muitas que estão surgindo por aí. Não trabalhamos apenas com importação, desenvolvemos soluções temos estreitos laços com universidades e centros de pesquisa, isso nos coloca em um patamar de auxílio técnico aos nossos clientes, não é uma questão de venda apenas”, reforça o pesquisador e CEO da Celer Biotecnologia, Denilson Laudares Rodrigues.

Busca por informações confiáveis

Ele argumenta que gestores, especialistas, técnicos precisam contar com informações confiáveis e precisas. Na última semana a Celer divulgou um parecer do fabricante reforçando instruções de uso e dados da bula que estavam sendo negligenciados por algumas análises. “Por questões políticas e, muitas vezes, falta de entendimento técnico, algumas desinformações acabam assustando a população”, afirma.

Nesse sentido, a Celer Biotecnologia – fornecedora do One Step Covid 2019 Test no Brasil, produto importado da China – divulgou nesta quinta-feira, 2 de abril, Parecer Técnico (disponível aqui) reforçando recomendações para uso correto dos testes e também a confiabilidade do método por meio de análises estatísticas. Além de esclarecer sobre a janela imunológica correta para se fazer o teste, o parecer reforça que a metodologia do teste rápido é de auxílio diagnóstico e não confirmatória.

Compartilhar este post

Deixe uma resposta