26 de novembro de 2021

Câncer de próstata é o mais comum entre os homens depois do câncer de pele não melanoma

A Sociedade Brasileira de Oncologia (SBOC) divulgou, junto à sua campanha de Novembro Azul, um infográfico com dados atualizados sobre a incidência de câncer de…

A Sociedade Brasileira de Oncologia (SBOC) divulgou, junto à sua campanha de Novembro Azul, um infográfico com dados atualizados sobre a incidência de câncer de próstata no Brasil.

O objetivo da campanha é a conscientização e, principalmente, alertar para os fatores de risco, a importância  da observação dos sintomas e a possibilidade de um tratamento mais humano com o diagnóstico rápido da doença.

Principais Fatores de Risco

. Idade superior a 50 anos

. Histórico de pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos
. Alimentação com excesso de gordura animal
. Exposição a alguns tipos de produtos químicos como as aminas aromáticas e o arsênio

Sinais e Sintomas

. Dificuldade para urinar
. Necessidade de acordar várias vezes durante à noite para urinar
. Em fases avançadas, dores ósseas e/ou insuficiência renal

Como se prevenir?

. Praticar atividade física regularmente, evitando o sedentarismo
. Não fumar
. Evitar o consumo de gordura de origem animal
. Não se expor a produtos químicos como aminas aromáticas e arsênio

Diagnóstico

Por ser uma doença silenciosa na fase inicial, o câncer de próstata pode ser identificado com a combinação de dois exames:

. Dosagem de PSA: exame de sangue que avalia a quantidade do antígeno prostático específico

. Toque retal: exame que permite ao médico apalpar a próstata e perceber se há nódulos ou tecidos endurecidos

Nenhum dos exames garante o diagnóstico exato. Após a realização deles, procedimentos confirmatórios, como a biópsia, podem ser solicitados.

Solução de Diagnóstico

O diagnóstico do exame PSA é determinado através de alteração nos níveis das moléculas produzidas na próstata. O grau de dosagem do PSA na corrente sanguínea varia de homem para homem, por isso é importante a constância de exames anuais. O médico analisa a dosagem total no sangue e, caso ocorra diferença acima da normalidade, solicita o exame PSA livre, que mede a quantidade de circulação solta no sangue.

O diagnóstico do exame PSA é determinado através de alteração nos níveis das moléculas produzidas na próstata. O grau de dosagem do PSA na corrente sanguínea varia de homem para homem, por isso é importante a constância de exames anuais. O médico analisa a dosagem total no sangue e, caso ocorra diferença acima da normalidade, solicita o exame PSA livre, que mede a quantidade de circulação solta no sangue.

Saiba mais sobre nossas soluções de diagnóstico e tire suas dúvidas com a nossa equipe comercial: +55 (31) 3413-0814


Referências Bibliográficas

Novembro Azul (sboc.org.br)

Tipos de câncer | INCA – Instituto Nacional de Câncer

Aconselhamento Para o Diagnóstico Precoce do Câncer de Próstata – Portal da Urologia – Público Geral

30 de maio de 2022

Diagnóstico de doença celíaca é fundamental para início do tratamento

Geralmente, as reações alérgicas ou de intolerância de origem alimentar são bastante parecidas. Pessoas que sentem desconfortos após ingerir glúten, proteína presente em diversos cereais…

21 de janeiro de 2021

Perspectivas: Celer Biotecnologia em 2021

O esperado ano de 2021 finalmente chegou. O ano de 2020 foi cheio de surpresas e desafios para todos e na Celer Biotencologia não foi…