9 de março de 2022

Alterações hormonais podem comprometer a saúde e a qualidade de vida dos pets

Assim como acontece com os humanos, as disfunções hormonais também podem causar alterações no corpo e no comportamento dos animais de estimação. Excesso ou perda…

Assim como acontece com os humanos, as disfunções hormonais também podem causar alterações no corpo e no comportamento dos animais de estimação. Excesso ou perda de peso sem motivo aparente, variações de humor e falta da costumeira disposição física, desenvolvimento de doenças crônicas como Diabetes melittus, entre outras, podem ser resultados de hipotireoidismo, doença bastante comum que, uma vez diagnosticada e tratada, garante boa qualidade de vida para o “melhor amigo”.

Hipotireoidismo canino

O hipotireoidismo ocorre geralmente em cães mais jovens, a partir dos 2 anos, sendo pouco comum em gatos. A doença afeta a produção de hormônios pela glândula tireóide e compromete o sistema metabólico do animal.

Geralmente, afeta animais de médio e grande portes. As raças Golden Retriever, Doberman , Setter, Schnauzer, Dachshund, Cocker Spaniel e Airedale Terrier são mais sujeitas que outras. Já o Pastor Alemão e cães mestiços são menos afetados pelo hipotireoidismo. Embora não exista uma incidência maior em machos ou fêmeas, há mais casos entre as fêmeas castradas que nas inteiras.

Sintomas

Os principais sintomas do hipotireoidismo são obesidade, ganho de peso excessivo e rápido, queda de pelos e problemas de pele, que geralmente se manifestam juntos.

Diagnóstico

O hipotireoidismo é diagnosticado por meio da dosagem de T3, T4 e TSH, três tipos de hormônios produzidos pela glândula tireoide.

Solução de Diagnóstico

Finecare Vet da Celer é uma plataforma de testes de imunofluorescência que detecta a concentração dos seguintes hormônios em cães e gatos: T4 e TSH. Os exames podem ser feitos com soro, plasma ou sangue total.

Referências Bibliográficas:

RENALVET. Hipotireoidismo. Brasil. 2021. Disponível em: < https://renalvet.com.br/especialidades-veterinarias/endocrinologia-2/hipotireoidismo>. Acesso em: 04 mar 2022.

INFORMATIVOS VETSCIENCE. Exames hormonais: quais e quando solicitar. Brasil.  2021. Disponível em: <http://www.tecsa.com.br/assets/uploads/eventos/exames-hormonais-quais-e-quando-solicitar-1561654846.pdf>. Acesso em: 28 fev 2022.

C&G VET FOOD. Disfunções hormonais alteram corpo e comportamento dos animais de estimação. Brasil. 2021. Disponível em: <https://caesegatos.com.br/disfuncoes-hormonais-alteram-corpo-e-comportamento-dos-animais-de-estimacao/ >. Acesso em: 27 fev 2022.

MADEIRA, Marina Moreira Faria. Endocrinologia Veterinária. Brasil. 2020. Disponível em: <https://endocrinopet.com/2020/04/07/endocrinologia-veterinaria/>. Acesso em: 28 fev 2022.

 

17 de junho de 2021

Cortisol: o que precisamos saber sobre o hormônio do estresse

Conhecido como o hormônio do estresse, o cortisol é um esteroide que está diretamente ligado a diversas atividades regulatórias de diferentes sistemas do corpo humano¹….

16 de fevereiro de 2022

Pacientes com fatores de risco para Tromboembolismo Venoso devem ficar atentos para os sintomas

Considerada uma das principais causas de mortes no mundo, o Tromboembolismo Venoso (TEV) vitimou uma em cada quatro pessoas em 2020. Anualmente, estima-se 10 milhões…