11 de novembro de 2022

A detecção do HPV por Captura Híbrida e PCR em Tempo Real é igual?

O Papiloma Vírus Humano (HPV) é uma infecção sexualmente transmissível (IST) muito comum e o portador do vírus pode transmiti-lo mesmo sem apresentar sinais de…

O Papiloma Vírus Humano (HPV) é uma infecção sexualmente transmissível (IST) muito comum e o portador do vírus pode transmiti-lo mesmo sem apresentar sinais de lesões. Infelizmente, os sintomas consequentes do vírus poderão se manifestar anos depois do contato com ele. A boa notícia é que na maioria dos casos, o HPV desaparece sozinho. No entanto, pode ocasionar diversos tipos de cânceres como: o do colo do útero, da vulva, vagina, pênis e garganta.

Podemos dizer que não existe câncer do colo do útero sem HPV.  O seu desenvolvimento pode levar décadas para se manifestar depois que uma pessoa se infecta com o vírus. Por esse motivo, o rastreio adequado desse tipo de câncer é uma medida preventiva que pode reduzir a incidência e a mortalidade ocasionada pela doença.  O vírus pode ser detectado pela presença do seu DNA na amostra, por exemplo. Há testes moleculares capazes de identificar os tipos de HPV de alto risco, que são os mais propensos ao desenvolvimento da neoplasia maligna. Os mais utilizados são: detecção do HPV por Captura Híbrida e detecção do HPV PCR em Tempo Real. 

Mas a detecção do HPV por Captura Híbrida e PCR em Tempo Real é igual? A resposta é não!

O que detecção do HPV por Captura Híbrida e detecção do HPV por PCR em Tempo Real possuem em comum? As duas são metodologias de diagnóstico molecular muito utilizadas. No entanto, há vários estudos que indicam que a Captura Híbrida é menos sensível para detecção do HPV quando comparada com a técnica de PCR em tempo real (RTPCR). A RTPCR tem vantagens como: ser mais rápida de ser processada, possuir controle interno de genes humanos e principalmente ser mais sensível do que a Captura Híbrida. Enquanto a sensibilidade de detecção do HPV por Captura Híbrida é de 5000 cópias do vírus a da RTPCR é de menos de 10 cópias.

Em 2020, a American Cancer Society (ACS) atualizou suas diretrizes de rastreamento do câncer do colo do útero para recomendar o teste primário para detecção do HPV de alto risco (hrHPV) como a opção de triagem preferida para indivíduos de risco médio com idade entre 25 e 65 anos. Os testes endossados para esse screening baseiam-se na metodologia de RTPCR.

Já é sabido que o rastreio do câncer é essencial para o seu controle e prevenção. Devido a pandemia da COVID-19, muitos exames foram cancelados ou adiados. No Brasil houve uma diminuição em 24% pela procura dos exames preventivos para detecção do câncer do colo do útero. A consequência desse atraso poderá impactar diretamente na população. Doenças que poderiam ser detectadas em estágios iniciais poderão ser encontradas em estágios mais avançados. 

Convidamos você a recuperar o atraso que a pandemia proporcionou nos exames preventivos, com a utilização de uma metodologia mais sensível. Juntos podemos contribuir com a diminuição do impacto do rastreio do câncer do colo do útero detectando o HPV pela metodologia de PCR em tempo real, que possui uma sensibilidade muito maior do que a da Captura Híbrida! 

 A Celer possui o teste para detecção do HPV 16 e 18, além do teste HPV genótipo que é capaz de detectar 15 subtipos diferentes do vírus.

Referências

  1. https://www.cdc.gov/std/hpv/default.htm
  2. Integrating HPV testing in cervical cancer screening program: a manual for program managers. Washington, PAHO, 2016.
  3. https://www.qiagen.com/us/products/diagnostics-and-clinical-research/sexual-reproductive-health/cervical-cancer-screening/digene-hc2-high-risk-hpv-dna-test/
  4. Fontham ET, Wolf AM, Church TR, Etzioni R, Flowers CR, Herzig A, et al. Cervical cancer screening for individuals at average risk: 2020 guideline update from the American Cancer Society. CA Cancer J Clin 2020;70:321–46.

19 de novembro de 2021

Investigação rápida pode salvar seu pet no caso de doenças hepáticas

Mais frequentes do que se pensa, as doenças hepáticas não apenas levam embora a alegria e o apetite de cães e gatos, mas podem comprometer…

11 de novembro de 2021

Infecções sexualmente transmissíveis são problemas de saúde pública no mundo

Depois do surto de peste bubônica, episódio conhecido como Peste Negra, que matou um a cada três habitantes do continente europeu entre os anos de…