diagnostico veterinario Equipamentos

Testes diagnostico veterinario

Celer BS ALT Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de ALT/TGP no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade A determinação da razão AST / ALT é útil na análise de gravidade de lesões de hepatócitos.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste ALT/TGP VET

Teste

ALT/TGP

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de análise

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

5 U/L - 800 U/L

Celer BS Magnésio Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Magnésio no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O teste é indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de magnésio.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste MAGNÉSIO VET

Teste

Magnésio (Mg)

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

0 mmol/L - 2.50 mmol/L

Celer BS Fósforo Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Fósforo no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA n
Utilidade O teste é indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de fósforo.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste FÓSFORO VETERINÁRIO

Teste

Fósforo (P)

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

0.60 - 13 mg/dL

Celer BS Colesterol HDL Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de HDL no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/
Utilidade O teste indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Colesterol HDL.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste HDL COL

Teste

HDL Colesterol

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

14.7 - 154.8 mg/dL

Celer BS Triglicérides Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Triglicérides no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O Teste indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Triglicérides.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste TRIGLICERIDES VET

Teste

Triglicérides (TRI)

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

0.1 - 6.5 mmol/L

Celer BS Cálcio Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Cálcio no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O Teste indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Cálcio.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste CÁLCIO VET

Teste

Cálcio (Ca)

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

2 - 14 mg/dL

Celer BS GAMA GT Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de GamaGT no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O Teste indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de GamaGT.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste GAMA GT VET

Teste

Gama GT

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

0 - 1.000 U/L

Celer BS Bilirrubina Direta Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de bilirrubina direta no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O Teste indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de bilirrubina direta.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste BILIRRUBINA DIRETA VET

Teste

Bilirrubina Diretal (BIL D)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

0 - 20 mg/dL

Celer BS BilirrubinaTotal Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de bilirrubina total no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O Teste indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de bilirrubina total.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste BILIRRUBINA TOTAL VET

Teste

Bilirrubina Total (BIL T)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

0 - 38.025 mg/dL

Celer BS Colesterol Total Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de colesterol no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O teste é indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Colesterol Total.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste COLESTEROL TOTAL VET

Teste

Colesterol Total (COL T)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

41.4 - 425.7 mg/dL

Celer BS Fosfatase Alcalina Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de fosfatase alcalina no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O teste é indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de fosfatase alcalina para verificação de função hepática.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste FOSFATASE ALCALINA

Teste

Fosfatase Alcalina (ALP)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip 1 Instrução de uso

1 ID Chip 1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

20 u/L - 1250 u/L

Celer BS Proteína Total Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de proteina total no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O teste de Proteína Total é indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de proteina total no soro ou plasma animal.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste PROTEINA TOTAL VET

Teste

Proteínas Totais (PT TOT)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

20 - 110 g/L

Celer BS Glicose Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de glicose no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O teste de glicemia serve principalmente para detectar o metabolismo de carboidratos.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste GLICOSE VET

Teste

Glicose (GLU)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

1.00 mmol/L - 25 mmol/L

Celer BS Lipase Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Lipase no soro/plasma animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade A lipase (LPS) é apresentada principalmente no pâncreas e na mucosa intestinal.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C
Validade 18 meses

Características do teste LIPASE VET

Teste

Lipase (LPS)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

5 U / L - 300 U / L

Celer BS α-Amilase Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de α-amilase no soro/plasma animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade A α-amilase (AMY) é usada principalmente para o diagnóstico clínico de pancreatite necrosante aguda.
Temperatura de armazenamento A α-amilase (AMY) é usada principalmente para o diagnóstico clínico de pancreatite necrosante aguda.
Validade 12 meses

Características do teste AMILASE VET

Teste

α-Amilase (α-AMY)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Celer BS Ácido Úrico Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Ácido Úrico no soro/plasma animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O ácido úrico é o produto final do metabolismo da purina no organismo, por isso a importancia do monitoramento.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C
Validade 12 meses

Características do teste ÁCIDO ÚRICO VET

Teste

Ácido Úrico (UA)

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

Celer BS Creatinina Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de creatinina no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade A determinação da creatinina é importante para monitoramento da função renal e da desidratação
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C
Validade 18 meses

Características do teste CREATININA VET

Teste

Creatinina (CREA)

Composição do kit

Teste teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tipo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

0.39 - 11.30 mg/dL

Celer BS Uréia Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de uréia no soro animal e plasma em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade A determinação da ureia é importante para monitoramento da função renal e da desidratação
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C
Validade 12 meses

Características do teste URÉIA VET

Teste

Uréia

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

2,5 mmol L - 40 mmol L

Celer BS CHE Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Colinesterase no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade A determinação da Colinesterase é usada principalmente para estimar a capacidade de reserva do fígado e o prognóstico da doença hepática.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C
Validade 18 meses

Características do teste COLINESTERASE VET

Teste

Colinesterase (CHE)

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

200 U/L - 12500 U/L

Celer BS ALB Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Albumina no soro/plasma animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Uitlidade A albumina (ALB) é o principal fator para o corpo manter a pressão osmótica coloidal do plasma.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C
Validade 12 meses

Características do teste ALBUMINA VET

Teste

Albumina (ALB)

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

10 - 60 g/L

Celer BS AST Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de AST no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade A determinação da razão AST / ALT é útil na análise de gravidade de lesões de hepatócitos.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C
Validade 12 meses

Características do teste AST/TGO VET

Teste

Aspartato Aminotransferase (AST)

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

0 U/L - 800 U/L

LDH VET

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de LDH no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade A lactato desidrogenase (LDH) é amplamente apresentada no citoplasma de vários tecidos, como miocárdio, fígado, músculo esquelético, rim, glóbulos vermelhos, glândulas endócrinas, baço, pulmão e linfonodos.
Temperatura de armazenamento 2 - 8ºC
Validade 18 meses

Características do teste LDH VET

Teste

Lactato desidrogenase (LDH)

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

100 U/L - 1800 U/L

Celer BS CK Teste Quantitativo Vet

Indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de CK no soro animal em conjunto com o Celer Analisador de Bioquímica Seca – Vet.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade A creatina quinase (CK) é encontrada principalmente no miocárdio e músculo esquelético, com uma pequena quantidade no cérebro, placenta e tireóide. A CK será liberada no sangue e a concentração sérica de CK aumentará devido ao aumento da permeabilidade da membrana celular quando as células musculares esqueléticas ou miocárdicas são danificadas.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C
Validade 18 meses

Características do teste CK VET

Teste

Creatina Quinase (CK)

Composição do kit

Tira teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Validade

18 meses

Apresentação

10 ou 25 testes

Tubo de amostra

Ativador de coágulo (vermelho ou amarelo)

Faixa de análise

0 U/L - 1600 U/L

Wondfo® Kit Reagente de Coagulação TP Vet

Utilizado para determinar o TP (Tempo de Protrombina) em conjunto com o Wondfo® Analisador de Coagulação VET

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O TP é um teste de triagem sensível e usado para avaliar a coagulação exógena, também pode ser usado como teste quantitativo dos fatores de coagulação das vias comuns e vias exógenas. Além disso, o TP pode ser usado para monitorar a terapia com anticoagulante oral.
Apresentação 12 dispositivos de teste
Instrução de uso
Temperatura de armazenamento 2 - 30°C
Validade 18 meses

Características do teste TP (Tempo de Protrombina)

Teste

TP (Tempo de Protrombina)

Volume de amostra

20 uL sangue total

Anticoagulante

Citrato de sódio

Valor de cut-off

Canina: 5 - 15 s (TP) e 0.5 - 1.6 (RNI)

Felina: 6 - 15 s (TP) e 0.6 - 1.6 (RNI)

Resultados clínicos

O prolongamento do tempo de coagulação pode ser causado pelos seguintes motivos:

1. Existe uma deficiência de todos os fatores de coagulação, I, II, V, VII e IX (abaixo do valor normal 30%). 2. Em doenças hepáticas graves (doença infecciosa do fígado canino, fibrose hepática generalizada), bile, tumor, deficiência de absorção ou deficiência de Vitamina K no baço, ingestão de plantas de dicumarina (o teste mais sensível para este envenenamento) ou com heparina, coagulação intravascular disseminada, ingestão de aspirina a longo prazo ou em altas doses. A diminuição do tempo de coagulação pode ser causado pelos seguintes motivos: fatores de coagulação congênitos, como fator V, hipercoagulabilidade, trombose, etc

2. Em doenças hepáticas graves (doença infecciosa do fígado canino, fibrose hepática generalizada), bile, tumor, deficiência de absorção ou deficiência de Vitamina K no baço, ingestão de plantas de dicumarina (o teste mais sensível para este envenenamento) ou com heparina, coagulação intravascular disseminada, ingestão de aspirina a longo prazo ou em altas doses. A diminuição do tempo de coagulação pode ser causado pelos seguintes motivos: fatores de coagulação congênitos, como fator V, hipercoagulabilidade, trombose, etc

Código da bula no fluxis

ACS00098

HEMOGRAMA COMPLETO COM 5 PARTES DIFERENCIAIS OU 3 PARTES DIFERENCIAIS

Pack reagente Diatro Vet5 (contém: Diluente Isotônico (Dil Vet), Lyse Vet, Diff Vet5, Cleaner and Rinse Vet)

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
CARACTERÍSTICAS DO TESTE Resultados de 5 partes diferenciais para cães, gatos, bovinos e cavalos, com liberação de resultados de 24 parâmetros totais, e resultados de 3 partes diferenciais para ratos, ratazanas, coelhos, furões, carneiros, bodes/cabras, porco, porquinhos da Índia e primatas (macacos), com liberação de resultados de 20 parâmetros totais.

Características do teste HEMOGRAMA COMPLETO

CELER FINECARE cPL TESTE QUANTITATIVO VET

É indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Lipase Específica do Pâncreas Canino (cPL) em sangue total, soro ou plasma Canino, e é usada principalmente para avaliar pancreatite.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A

Características do teste LIPASE CANINA

Temperatura de armazenamento

4 - 30ºC

Validade

Vide embalagem

Apresentação

10 cassetes de testes

10 ponteiras

10 tampões de detecção

1 ID chip

Instrução de uso

Volume de amostra

75 uL

Tipo de amostra

Sangue total

Soro

Plasma

Anticoagulante

EDTA

Tempo de incubação do cassete

15 minutos

Faixa de análise

50 ~ 2000 μg/L

Intervalo de referência

Normal: < 200

Alto: 200 ~ 400

Pancreatite: > 400

CELER FINECARE PCR CANINO TESTE QUANTITATIVO VET

É indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de PCR CANINO em sangue total, soro ou plasma animal, e é usado principalmente para avaliar doenças inflamatórias em cães.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A

Características do teste PCR Canino

Temperatura de armazenamento

4 - 30ºC

Validade

Vide embalagem

Apresentação

10 cassetes de testes

10 ponteiras

10 tampões de detecção

1 ID chip

Instrução de uso

Volume de amostra

10 uL

Tipo de amostra

Sangue total

Soro

Plasma

Anticoagulante

EDTA

Tempo de incubação do cassete

15 Minutos

Faixa de análise

2 ~ 250 mg/L

Intervalo de referência

0 ~ 10 mg/L

CELER FINECARE HbA1c TESTE QUANTITATIVO VET

É indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de HbA1c em sangue total animal, e é usado principalmente para avaliar e monitorar diabetes.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A

Características do teste HbA1C

Temperatura de armazenamento

4 - 30ºC

Validade

Vide embalagem

Apresentação

10 cassetes de testes

10 ponteiras

10 tampões de detecção

1 ID chip

Instrução de uso

Volume de amostra

10 uL

Tipo de amostra

Sangue total

Anticoagulante

EDTA

Tempo de incubação do cassete

5 minutos

Faixa de análise

3.0 - 14.5 %

Intervalo de referência

Normal: 3.0 ~ 4.5 %

Glicemia controlada: 4.5 ~ 6.0 %

Baixo controle glicemia: > 6.0 %

CELER FINECARE D-DÍMERO TESTE QUANTITATIVO VET

É indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de D-DÍMERO em sangue total ou plasma animal, e é usado principalmente para avaliar distúrbios trombóticos.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A

Características do teste Dímero D

Temperatura de armazenamento

4 - 30ºC

Validade

Vide embalagem

Apresentação

10 cassetes de testes

10 ponteiras

10 tampões de detecção

1 ID chip

Instrução de uso

Volume de amostra

10 uL plasma

15 uL sangue total

Tipo de amostra

Sangue total

Plasma

Anticoagulante

EDTA

Tempo de incubação do cassete

5 minutos

Faixa de análise

100 - 1000 ng/mL

Intervalo de referência

0 – 250 ng/mL

CELER FINECARE CORTISOL TESTE QUANTITATIVO VET

É indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de cortisol em sangue total, soro ou plasma animal, e é usado principalmente para diagnosticar distúrbios da adrenal e controle terapêutico.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A

Características do teste Cortisol

Temperatura de armazenamento

4 - 30ºC

Validade

Vide embalagem

Apresentação

10 cassetes de testes

10 ponteiras

10 tampões de detecção

1 ID chip

Instrução de uso

Volume de amostra

75 uL

Tipo de amostra

Sangue total

Soro

Plasma

Anticoagulante

EDTA

Tempo de incubação do cassete

15 minutos

Faixa de análise

10 ~ 1000 nmol/L (0 .36 ~ 36.23 ug/dL)

Intervalo de referência

16.6 ~ 166 nmol/L (0.6 ~ 6.01 ug/dL)

CELER FINECARE TSH TESTE QUANTITATIVO VET

É indicado para a
determinação quantitativa in vitro da concentração de TSH em sangue
total, soro ou plasma animal, e é usado principalmente para avaliar a
função hipofisária-tireoidiana.

Ficha Técnica

Registro ANVISA

Características do teste TSH

Temperatura de armazenamento

4 - 30ºC

Validade

Vide embalagem

Apresentação

10 cassetes de testes

10 ponteiras

10 tampões de detecção

1 ID chip

Instrução de uso

Volume de amostra

75 uL

Tipo de amostra

Sangue total

Soro

Plasma

Anticoagulante

EDTA

Tempo de incubação do cassete

15 minutos

Faixa de análise

0.1 ~ 100 mIU/L (0.005 ~ 2.56ng/mL)

Intervalo de referência

Canino: 0 ~ 37 mIU/L (0 ~ 0.68 ng/mL)

Felino: 0 ~ 21 mIU/L (0 ~ 0.32 ng/mL)

CELER FINECARE T4 TESTE QUANTITATIVO VET

É indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de T4 (tiroxina) em sangue total, soro ou plasma animal, e é usado principalmente para avaliar distúrbios da tireoide.

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A

Características do teste T4 TOTAL

Temperatura de armazenamento

4 - 30ºC

Validade

Vide embalagem

Apresentação

Vide embalagem

Volume de amostra

75 uL

Tipo de amostra

Sangue total

Soro

Plasma

Anticoagulante

EDTA

Tempo de incubação do cassete

15 minutos

Faixa de análise

8 ~ 100 nmol/L (0.62 ~ 7.77 µg/dL)

Intervalo de referência

Canino: Baixo: < 15 nmol/L (< 1.2 μg/dL) Normal: 15 ~ 60 nmol/L (1.2 ~ 4.7 μg/dL) Alto: > 60 nmol/L (> 4.7 μg/dL)

Felino: Baixo: < 15 nmol/L (< 1.2 μg/dL) Normal: 15 ~ 50 nmol/L (1.2 ~ 3.9 μg/dL) Alto: > 50 nmol/L (> 3.9 μg/dL)

Wondfo® Kit Reagente de Coagulação ACT Vet

Utilizado para determinar quantitativamente o ACT (Tempo de Ativação do Coágulo) em conjunto com o Wondfo® Analisador de Coagulação VET

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O ACT é um teste global de coagulação que é particularmente sensível a anormalidades na via intrínseca da coagulação sanguínea e à atividade anticoagulante da heparina, coagulação intravascular difusa (DIC), envenenamento por rodenticida, uremia, doenças hepáticas, etc.
Apresentação 12 dispositivos de teste
Instrução de uso
Temperatura de armazenamento 2 - 30°C
Validade 18 meses

Características do teste ACT (Tempo de Ativação do Coagulo)

Teste

ACT (Tempo de Ativação do Coágulo)

Volume de amostra

20 uL sangue total

Anticoagulante

Citrato de sódio

Valor de cut-off

Canino: 50 - 150 s

Felino: 50 - 160 s

Resultados Clínicos

"Valores superiores aos de referência é sugestivo das seguintes patologias: intoxicação por dicumarínicos, hemofilia A ou B, hepatopatia, CID ou síndrome nefrótico. Além disso pode indicar um estado de SIRS (Síndrome de Resposta Inflamatória Sistémica) mais ou menos avançado. Poderá ser realizado o teste de PT para identificação da via de coagulação afetada (intrínseca ou comum). Os resultados dos testes devem ser utilizados apenas como ferramenta de auxílio diagnóstico."

Código da bula no Fluxis

ACS00102

Wondfo® Kit Reagente de Coagulação TT Vet

Utilizado para determinar o TT (Tempo de Trombina) em conjunto com o Wondfo® Analisador de Coagulação VET

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O TT é um teste simples para avaliar a função do sistema de coagulação, anticoagulação e sistemas fibrinolíticos. É amplamente utilizado para monitorar o tratamento com heparina e distúrbios do fibrinogênio.
Apresentação 12 dispositivos de teste
Instrução de uso
Temperatura de armazenamento 2 - 30°C
Validade 18 meses

Características do teste TT (Tempo de Trombina)

Teste

TT (Tempo de Trombina)

Volume de amostra

20 uL sangue total

Anticoagulante

Citrato de sódio

Valor de cut-off

Canino: 8 - 20 s

Felino: 9 - 19 s

Resultados Clínicos

O prolongamento do tempo de coagulação pode ser causado pelos seguintes motivos:

1. Baixa concentração de fibrinogênio (menor que 1,0 g / L), dano da função do fibrinogênio ou doença hepática progressiva.

2. Existem inibidores da coagulação induzida pela trombina, como produtos de degradação da fibrina, coagulação intravascular disseminada e heparina etc.

A diminuição do tempo de coagulação pode ser causado pelos seguintes motivos: 1. Amostra de sangue com coagulação baixa ou com íons cálcio.

Código da bula no Fluxis

ACS00101

Wondfo® Kit Reagente de Coagulação FIB Vet

Indicado para determinar quantitativamente o FIB (Fibrinogênio) em conjunto com o Wondfo® Analisador de Coagulação VET

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O FIB é um teste de rotina para determinação de sangramento e trombose utilizado no monitoramento de diabetes, infarto agudo do miocárdio, doenças infecciosas agudas, fibrinólise primária, hepatite grave, cirrose, etc.
Apresentação 12 dispositivos de teste
1 ID chip
Instrução de uso
Temperatura de armazenamento 2 - 30°C
Validade 18 meses

Características do teste FIB (Fibrinogênio)

Teste

FIB (Fibrinogênio)

Volume de amostra

20 uL sangue total

Anticoagulante

Citrato de sódio

Valor de cut-off

Canino: 1 - 3 g/L

Felino: 1 - 2,5 g/L

Resultados Clínicos

O aumento do FIB pode ser causado pelos seguintes motivos:

● Aumento fisiológico: comum em desidratação, exercício intenso e gravidez.

● Aumento patológico: encontrado nas seguintes circunstâncias:

1. Inflamação aguda ou crônica.

2. Dano tecidual, aumentado dentro de 24 h após dano tecidual;

3. Aumento especial, comum em diabetes, peritonite, epicardite, enterite, nefrite, inflamação da mama, lesão hepática, dispepsia aguda, rúmen, gastrite traumática da rede, fraturas, etc;

4. Doença esplênica em doenças como diabetes, infarto agudo do miocárdio, doença infecciosa aguda, doença do tecido conjuntivo, nefrite aguda, mieloma múltiplo, choque, grandes cirurgias, hipertensão induzida pela gravidez, infecção aguda, malignidade e estado de emergência.

Diminuição do FIB pode ser causado pelos seguintes motivos:

1. Amostra de sangue coagulada;

2. Doença hepática (doença hepática grave ou progressiva, hepatite crônica, cirrose), antes e após sangramento grave;

3. Aumento do dano fibrinolítico ou enzima de coagulação liberada no sangue, doença obstétrica, queimaduras graves, complicações cirúrgicas importantes, tumores malignos;

4. Circunstâncias especiais observadas na leucemia das células da granulosa do cão, coagulação intravascular disseminada, não coincidem com a transfusão de sangue. (abaixo do valor normal 30%).

Código da bula no Fluxis

ACS00100

Wondfo® Kit Reagente de Coagulação TTPA Vet

Utilizado para calcular o TTPA (Tempo de Tromboplastina Parcial Ativada) em conjunto com o Wondfo® Analisador de Coagulação VET

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Utilidade O TTPA é um teste de triagem sensível e usado para avaliar a coagulação endógena, também pode ser usado como teste quantitativo para detectar os fatores de coagulação séricos diferentes de VII, especialmente para o teste do fator VIII, IX, XI, XII e pre-calicreína. Além disso, o TTPA pode ser usado para monitorar o tratamento com heparina.
Apresentação 12 dispositivos de teste Instrução de uso
Temperatura de armazenamento 2 - 30°C
Validade 18 meses

Características do teste TTPA (TEMPO DE TROMBOPLASTINA PARCIAL ATIVADA)

Teste

TTPA (Tempo de Tromboplastina Parcial Ativada)

Volume de amostra

20 uL sangue total

Anticoagulante

Citrato de sódio

Valor de cut-off

Canino: 15 - 45 s

Felino: 15 - 43 s

Resultados Clínicos

O prolongamento do tempo de coagulação pode ser causado pelos seguintes motivos:

1. Existe uma deficiência de todos os fatores de coagulação, exceto VII e plaquetas sanguíneas. Se o teste do TP estiver normal, qualquer um dos fatores de coagulação VII, IX, XI e XII é deficiente. (abaixo do valor normal 30%).

2. Hemofilia hereditária, tumor esplênico, doença hepática, doença hemolítica de animais recém-nascidos e jovens, drogas anticoagulantes orais, heparina, etc.

3. Coagulação intravascular disseminada tardia, deficiência de vitamina K, envenenamento duplo por ervilha doce (o tratamento com vitamina K1 dura 15 dias).

A diminuição do tempo de coagulação pode ser causado pelos seguintes motivos:

1. Estado hipercoagulável, como coagulação intravascular disseminada precoce.

2. Doença trombótica, como diabetes com doença vascular, síndrome nefrótica, queimaduras graves, etc.

Código da bula no Fluxis

ACS00099

Colesterol Total (COL T)

Ficha Técnica

Registro ANVISA
Classificação Painel Lipídico
Utilidade O teste é indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de Colesterol Total.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste Colesterol Total (COL T)

Teste

Colesterol Total (COL T)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

41.4 - 425.7 mg/dL

Valor de cut-off

Canina: 109.8 - 319.8 mg/dL

Felina: 66.7 - 224.2 mg/dL

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00138

Fosfatase Alcalina (ALP)

Ficha Técnica

Registro ANVISA
Classificação Marcador Função Hepática
Utilidade O teste é indicado para a determinação quantitativa in vitro da concentração de fosfatase alcalina para verificação de função hepática.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste Fosfatase Alcalina (ALP)

Teste

Fosfatase Alcalina (ALP)

Composição do kit

10 tiras de teste,

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

20 u/L - 1250 u/L

Valor de cut-off

Canina: 23 - 212 U/L

Felina: 20 - 111 U/L

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00089

Glicose (GLU)

Ficha Técnica

Registro ANVISA
Classificação Diabetes
Utilidade O teste de glicemia serve principalmente para detectar o metabolismo de carboidratos. As causas de glicemia elevada (hiperglicemia) incluem: diabetes, hipertireoidismo, hiperatividade adrenocortical, hipopituitarismo, deficiência de oxigênio (deficiência de oxigênio pode causar instabilidade de glicogênio), algumas condições fisiológicas (digestão, estimulação a frio, anestesia geral), ingestão de líquidos contendo glicose, e necrose pancreática. A glicemia reduzida (hipoglicemia) é observada nos adenomas das células das ilhotas ou na produção excessiva de insulina, exercício físico intenso, fome, insuficiência adrenal, hipopituitarismo e insuficiência hepática e assim por diante.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste Glicose (GLU)

Teste

Glicose (GLU)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

1.00 mmol/L - 25 mmol/L

Valor de cut-off

Canina: 4.28 - 6.94 mmol/L

Felina: 4.00 - 8.00 mmol/L

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00091

Lipase (LPS)

Ficha Técnica

Registro ANVISA
Classificação Diagnóstico Pancreatite
Utilidade A lipase (LPS) é apresentada principalmente no pâncreas e na mucosa intestinal. A lipase sérica elevada é observada principalmente na pancreatite aguda e no câncer de pâncreas, e em outras patologias.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste Lipase (LPS)

Teste

Lipase (LPS)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

5 U / L - 300 U / L

Valor de cut-off

Canina: 200 - 1800 U /L

Felina: 100 - 1400 U /L

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00087

α-Amilase (α-AMY)

Ficha Técnica

Registro ANVISA
Classificação Diagnóstico Pancreatite e Função Renal
Utilidade A α-amilase (AMY) é usada principalmente para o diagnóstico clínico de pancreatite necrosante aguda. Nessa doença, a amilase liberta-se das células e começa a digerir seu próprio tecido, o que pode causar dor abdominal aguda e vômitos que podem ser confundidos com corpos estranhos no intestino delgado. Na dúvida diagnóstica, os teste de amilase (e lipase) devem ser realizado.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste α-Amilase (α-AMY)

Teste

α-Amilase (α-AMY)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

20 U / L - 1700 U / L

Valor de cut-off

Canina: 300 - 1500 U /L

Felina: 500 - 1500 U /L

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00086

Ácido Úrico (UA)

Ficha Técnica

Registro ANVISA
Classificação Marcador Injúria Renal
Utilidade O ácido úrico é o produto final do metabolismo da purina no organismo. O conteúdo sérico de ácido úrico pode aumentar significativamente em caso de nefrite aguda ou crônica devido a qualquer causa, e seu aumento é mais precoce e significativo que o BUN e a creatinina. A gota causada por drogas, como o envenenamento com sulfa pode elevar significativamente o nível sérico de ácido úrico.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste Ácido Úrico (UA)

Teste

Ácido Úrico (UA)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

120 µmol L - 1200 µmol L

Valor de cut-off

Canina: 0 - 70 μmol /L

Felina: 0 - 60 μmol /L

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00081

Creatinina (CREA)

Ficha Técnica

Registro ANVISA
Classificação Marcador Injúria Renal
Utilidade A quantidade de creatinina produzida no corpo animal depende da atividade muscular, da doença muscular e sua severidade. O aumento da creatinina sérica é observado no fluxo sanguíneo renal reduzido (pré-renal), doença renal, obstrução ou pós-renal, com suas causas semelhantes às das alterações da uréia. A concentração de creatinina aumentada acima de 5 mg / dl geralmente sugere dano renal grave com alta probabilidade de prognóstico ruim.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste Creatinina (CREA)

Teste

Creatinina (CREA)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

0.39 - 11.30 mg/dL

Valor de cut-off

Canina: 0.49 - 1.79 mg/dL

Felina: 0.80 - 2.40 mg/dL

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00080

Uréia

Ficha Técnica

Registro ANVISA
Classificação Marcador Injúria Renal
Utilidade Concentração elevada de uréia: 1. Azotemia pré-renal, aumento específico da densidade da urina, diminuição do ácido úrico. É comum em doenças com aumento do catabolismo proteico, como hemorragia ou necrose intestinal, desnutrição, exercício prolongado, infecção, febre, hipertireoidismo e alimentos ricos em proteínas. A diminuição da concentração de uréia é observada na síntese reduzida de uréia em doenças do fígado, como tumor hepático, cirrose hepática, anastomose das veias portas, dieta pobre em proteínas e doença intestinal com menor absorção intestinal. Também é observado quando há envenenamento por aflatoxina.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste Uréia

Teste

Uréia

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

2,5 mmol L - 40 mmol L

Valor de cut-off

Canina: 2,5 - 9,6 mmol/L

Felina: 5,7 - 12,9 mmol/L

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00079

Colinesterase (CHE)

Ficha Técnica

Registro ANVISA
Classificação Marcador Função Hepática
Utilidade A determinação da CHE sérica é usada principalmente para estimar a capacidade de reserva do fígado e o prognóstico da doença hepática. A CHE sérica está reduzida quando os hepatócitos estão danificados. A CHE no sangue total (incluindo a CHE nos glóbulos vermelhos e soro) é usada principalmente como diagnóstico auxiliar de intoxicação por pesticidas organofosforados para o gado. A diminuição do soro da ButCHE é observada em doenças e tumores hepáticos. Além disso, a atividade de CHE diminuída também é observada em desnutrição, infecção e anemia. A CHE elevada é observada em doenças renais, fígado gorduroso e hipertireoidismo.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste Colinesterase (CHE)

Teste

Colinesterase (CHE)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

200 U/L - 12500 U/L

Valor de cut-off

Canina: 1260 - 3020 U/L

Felina: 640 - 1400 U/L

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00088

Albumina (ALB)

Ficha Técnica

Registro ANVISA
Classificação Marcador Função Hepática
Utilidade A albumina (ALB) é o principal fator para o corpo manter a pressão osmótica coloidal do plasma. A ALB elevada é observada principalmente na desidratação aguda grave e no choque, mas isso não é clinicamente comum, porque ALB elevada causa aumento da pressão osmótica do colóide no plasma e o plasma expandido reduz a ALB ao normal. Há duas razões para a redução na ALB. A primeira é a síntese insuficiente: produção inadequada ou suspensa de ALB devido a doença hepática grave ou falta de matérias-primas causadas por inanição a longo prazo, desnutrição e má absorção do intestino e assim por diante; o segundo é a perda excessiva: a perda de ALB pode ser causada por muitas doenças, incluindo doença glomerular, nefropatia, enteropatia com perda de proteínas e abundância de exsudação inflamatória pleural e peritoneal.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste Albumina (ALB)

Teste

Albumina (ALB)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

10 - 60 g/L

Valor de cut-off

Canina: 27 - 38 g /L

Felina: 26 - 39 g /L

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00078

Aspartato Aminotransferase (AST)

Ficha Técnica

Registro ANVISA
Classificação Marcador Injúria Renal
Utilidade A determinação da razão AST / ALT é útil na análise de gravidade de lesões de hepatócitos. O AST possui duas isoenzimas presentes no citoplasma (chamado AST-S, cerca de 30%) e mitocôndrias (chamado AST-M, cerca de 70%). AST é principalmente em cardiomiócitos. A atividade AST sérica aumentará em caso de necrose miocárdica, e geralmente aumenta em 6 a 12 horas após o início, atinge um pico em 48 horas e se recupera em 3 a 5 dias. Além disso, várias doenças hepáticas podem causar AST sérico elevado.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste Aspartato Aminotransferase (AST)

Teste

Aspartato Aminotransferase (AST)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

0 U/L - 800 U/L

Valor de cut-off

Canina: 0 - 50 U /L

Felina: 0 - 48 U /L

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00077

Lactato desidrogenase (LDH)

Ficha Técnica

Registro ANVISA
Classificação Marcador Cardíaco
Utilidade A lactato desidrogenase (LDH) é amplamente apresentada no citoplasma de vários tecidos, como miocárdio, fígado, músculo esquelético, rim, glóbulos vermelhos, glândulas endócrinas, baço, pulmão e linfonodos. Começa a aumentar em 12 a 24 horas após o início da necrose miocárdica aguda e atinge o pico em 48 a 72 horas. Outras doenças que causam o aumento da atividade dessa enzima incluem câncer metastático extenso, infarto pulmonar, leucemia, anemia perniciosa, hepatite viral, cirrose e distrofia muscular progressiva.
Temperatura de armazenamento 2 - 8ºC

Características do teste Lactato desidrogenase (LDH)

Teste

Lactato desidrogenase (LDH)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

100 U/L - 1800 U/L

Valor de cut-off

Canina: 40.0 - 400.0 U /L

Felina: 0 - 798.0 U /L

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00084

Creatina Quinase (CK)

Ficha Técnica

Registro ANVISA N/A
Classificação Marcador Cardíaco
Utilidade A creatina quinase (CK) é encontrada principalmente no miocárdio e músculo esquelético, com uma pequena quantidade no cérebro, placenta e tireóide. A CK será liberada no sangue e a concentração sérica de CK aumentará devido ao aumento da permeabilidade da membrana celular quando as células musculares esqueléticas ou miocárdicas são danificadas.
Temperatura de armazenamento 2 - 8°C

Características do teste Creatina Quinase (CK)

Teste

Creatina Quinase (CK)

Composição do kit

10 tiras de teste

1 ID Chip

1 Instrução de uso

Faixa de análise

0 U/L - 1600 U/L

Valor de cut-off

Canina: 10.0 - 200.0 U/L

Felina: 0 - 314.0 U/L

Precisão inter e intra-ensaio

≤ 15%

Código da bula no Fluxis

ACS00082